quarta-feira, 10 de junho de 2009

Nota de solidariedade ao povo indígena Peruano

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) manifesta sua indignação e rechaço às recentes incursões militares em comunidades indígenas de Bagua Grande e Chica no Amazonas peruano, na ultima sexta-feira, 5 de junho, que promoveram um verdadeiro massacre contra essas populações, cujo numero de mortos ainda não se pode precisar.

Denunciamos abertamente o governo do presidente Alan García pelos assassinatos, agressões e a hostilidade contra as comunidades indígenas, pois mostram claramente que o governo não tem vontade nem capacidade de resolver as justas demandas do povo e que, ao contrário, só busca medidas repressivas para calar as vozes que reclamam seus direitos mais fundamentais, o que representa uma grave violação aos direitos humanos.

Reafirmamos nossa solidariedade e compromisso com os povos em luta constante pela defesa dos Recursos Naturais, Pela Terra e Reforma Agrária, pela Água e a Biodiversidade, ameaçados permanentemente pelos interesses das grandes empresas transnacionais.
Convocamos todos os movimentos sociais para que nos mobilizemos e organizemos protestos nas embaixadas e consulados da República do Peru em todos os países, exigindo do governo de Alan García o fim imediato das agressões e assassinatos que as forças armadas vêm realizando contra as comunidades indígenas.

Este ato não pode ficar impune!

O MST apóia e se incorpora à iniciativa para que o presidente Alan García seja julgado por um Tribunal Internacional e responda por este crime contra os direitos humanos.

São Paulo, 9 de junho de 2009

Secretaria de Relações Internacionais

MST
Posted on by Residência do Estudante de Guanambi | No comments

0 comentários: